Tempo de leitura: 3 minutos

FERRAMENTAS DIGITAIS PARA PRESERVAÇÃO DA ÁGUA

Conservação da água: soluções digitais em um ambiente de mudanças climáticas

O mundo de hoje enfrenta fortes pressões sobre o fornecimento de água doce. Em todo o mundo, a agricultura utiliza 70% da água de rios, lagos, águas subterrâneas e geleiras, conhecidas coletivamente como água azul. As regiões que se beneficiam de chuvas abundantes têm uma fonte adicional, chamada água verde, que evapora ou é usada por plantas.

Outra fonte de pressão sobre os suprimentos de água doce vem de um clima em rápida mudança, que altera os padrões de tempo e precipitação em todo o planeta. Quando menos chuva cai (em comparação com as médias históricas), os agricultores devem se adaptar, irrigando com mais frequência. Quando mais chuva cai, os agricultores também devem se adaptar, geralmente selecionando diferentes sementes que são criadas para tolerar solos úmidos.  

Em resposta a essas circunstâncias, os agricultores estão adotando sistemas de irrigação mais eficientes, melhorando sua capacidade de manter a água no solo.  

Irrigação Moderna

Sensores de Última Geração, Ferramentas Digitais, Aplicação de Precisão

As abordagens mais inovadoras para a conservação da água nas fazendas atuais geralmente começam com a coleta de dados em tempo real, usando uma nova geração de sensores de campo e satélite que medem os níveis de umidade do solo. Em seguida, os agricultores podem avaliar esses dados com ferramentas digitais, com um software de análise avançada. Quando necessário, eles podem aplicar água com ferramentas de precisão como irrigação por gotejamento que fornecem apenas a quantidade de água que cada planta precisa.

[unex_ce_side_by_side_images layer-name="Layer Name" rear_image_url="261" rear_image_url_filename="aquatek_2.jpg" front_image_url="260" front_image_url_filename="aquatek_1-1.jpg" id="content_guj0y5fkp" post_id="245"]

Irrigação Moderna

Sensores de Última Geração, Ferramentas Digitais, Aplicação de Precisão

As abordagens mais inovadoras para a conservação da água nas fazendas atuais geralmente começam com a coleta de dados em tempo real, usando uma nova geração de sensores de campo e satélite que medem os níveis de umidade do solo. Em seguida, os agricultores podem avaliar esses dados com ferramentas digitais, com um software de análise avançada. Quando necessário, eles podem aplicar água com ferramentas de precisão como irrigação por gotejamento que fornecem apenas a quantidade de água que cada planta precisa.

[/ce_side_by_side_images]

Exemplos ao redor do mundo

  • A parceria AquaTEK™ na Itália utiliza uma abordagem dividida em três partes para melhorar as práticas de irrigação: eles educam os produtores sobre as ferramentas e práticas disponíveis, introduzem os sensores mais avançados de campo e distribuem tecnologia de irrigação. Desde seu início em 2013, o programa conseguiu melhorias fantásticas, incluindo:
    • Redução do consumo de água em 17%
    • Aumento da produtividade em 27%
    • Aumento da eficiência energética em 20%
    • Corte da perda de nitrogênio nas águas subterrâneas em 78%
  • Em Ica, Peru, uma combinação de abordagens para a conservação da água ajudou a reduzir o consumo em uma importante fábrica de produção de vegetais. Essas combinações variavam entre abrigar as plantas em estufas para reduzir a evaporação, instalar sensores de umidade e adotar uma abordagem modificada para a poda das plantas que permite que cresçam mais próximas.

 

Sempre olhando para frente

A conservação da água sempre foi um objetivo alcançado, em parte, ao incentivar a inovação. Agricultores e outros indivíduos da agricultura juntaram forças, compartilhando informações entre si e buscando constantemente novas soluções. Cada vez mais, essas soluções usam tecnologia sofisticada para ajudar os agricultores a fazerem seu trabalho da maneira mais precisa possível, avançando o desenvolvimento da indústria através do menor uso da água.

 

 

Artigos relacionados

Tempo de leitura: 4 minutos

Uma visão do interior da caixa de ferramentas de proteção de cultivos

Quando se trata de tomar decisões sobre a proteção de cultivos nas fazendas, os produtores têm muitas opções. Desde os espantalhos que eram usados pelos antigos egípcios, estas práticas evoluíram ao longo do tempo e se tornaram mais eficientes do que nunca. Você sabe o que há hoje em dia na caixa de ferramentas de proteção de cultivos?

Tempo de leitura: 6 minutos

A CIÊNCIA DENTRO DE UMA SEMENTE GENETICAMENTE MODIFICADA

Com o passar do tempo, a indústria agrícola evoluiu para enfrentar muitos desafios, como as mudanças climáticas. As sementes geneticamente modificadas podem ajudar os agricultores a se tornarem mais eficientes, permitindo que usem menos de nossos recursos naturais. Muitas pessoas têm dúvidas sobre como funciona a modificação genética e por que os agricultores podem optar por cultivar sementes geneticamente modificadas.