Tempo de leitura: 6 minutos

A CIÊNCIA DENTRO DE UMA SEMENTE GENETICAMENTE MODIFICADA

O que comemos é importante.

Não é apenas o valor nutricional do nosso alimento, mas como ele é cultivado. Isso impacta nossas famílias e o planeta - e este é um negócio sério. Fazer perguntas, especialmente quando falamos de alimentos, é sempre importante.

O que é um OGM?

OGM significa Organismo Geneticamente Modificado e descreve a forma como muitos produtos são feitos em setores como a medicina, pesquisa científica e agricultura. Quando se trata de alimentos, OGM refere-se às sementes. Elas crescem no solo como qualquer outra, tendo apenas algumas características desejadas configuradas dentro delas. Essas sementes se transformam em plantas que podem usar a água com mais eficiência ou ter resistência contra pragas, como insetos ou tolerância a herbicidas que controlam plantas daninhas, o que pode resultar em uma menor utilização da terra para seu crescimento...

As sementes geneticamente modificadas têm sido usadas pelos agricultores há mais de 20 anos. No entanto, as sementes têm sido realmente modificadas através de técnicas tradicionais de melhoramento de plantas por centenas de anos. Frutas como a melancia sem sementes de hoje e bananas, que são significativamente diferentes das versões anteriores dessas frutas, são um resultado de técnicas tradicionais de melhoramento de plantas. As sementes geneticamente modificadas modernas ainda fazem uso de melhoramento tradicional para adicionar características desejadas às plantas—essencialmente combinando a tecnologia de ponta com a ciência agronômica.

Como sementes geneticamente modificadas são desenvolvidas:
  1. A característica desejada em um organismo (como resistência à doença ou tolerância à seca) é identificada na natureza.
  2. O gene de determinada característica é transferido para a semente da planta.
  3. A planta é testada para garantir que é segura para as pessoas, animais e para o meio ambiente.
  4. Depois de anos de testes e aprovações de governos em todo mundo, a nova semente está disponível para os agricultores.

Por que cultivar plantas geneticamente modificadas?

Se você está se perguntando por que os agricultores escolhem plantar culturas geneticamente modificadas, isso nos remete aos desafios que eles enfrentam todos os dias: a perda de colheitas por plantas daninhas, insetos e doenças e os efeitos das mudanças climáticas, como a seca, entre outros. Além de ajudá-los a combater esses desafios, as sementes melhoradas através de modificação genética podem ajudá-los a usar menos recursos naturais, como água e terra.

[unex_ce_article_full_width_photo layer-name="Why Grow GMOs?" img="1024" image-filename="shutterstock_347852834_rs.jpg" id="content_zp4nasqre" post_id="111"]

Por que cultivar plantas geneticamente modificadas?

Se você está se perguntando por que os agricultores escolhem plantar culturas geneticamente modificadas, isso nos remete aos desafios que eles enfrentam todos os dias: a perda de colheitas por plantas daninhas, insetos e doenças e os efeitos das mudanças climáticas, como a seca, entre outros. Além de ajudá-los a combater esses desafios, as sementes melhoradas através de modificação genética podem ajudá-los a usar menos recursos naturais, como água e terra.

[/ce_article_full_width_photo]

Uso eficiente dos recursos naturais

Algumas culturas geneticamente modificadas podem usar a água mais eficientemente do que as culturas convencionais - o que significa que os agricultores podem, em última instância, irrigar sua lavoura com menos frequência. Algumas sementes geneticamente modificadas também promovem o Plantio Direto, que mantém mais umidade no solo. Este método de Plantio Direto também reduz a emissão de carbono da agricultura, usando menos combustível e mantendo mais dióxido de carbono no solo.

Combatendo pragas e doenças

Assim como as pessoas, as plantas são vulneráveis às doenças - e podem até ter sua vida ameaçada. O Papaya Ringspot Virus foi uma ameaça significativa na década de 1990. Os cientistas foram capazes de salvar o mamão, fazendo uma versão resistente ao vírus. O mamão geneticamente modificado hoje possui a mesma aparência e o mesmo sabor que o mamão convencional.

Conservando o Habitat Natural

Os OGMs podem ajudar os agricultores a aproveitar ao máximo suas terras, permitindo-lhes cultivar alimentos sem aumentar sua área de produção. Isso tem um efeito positivo sobre a biodiversidade, permitindo que muitas espécies de plantas e animais continuem a sobreviver juntamente com a população.

Alimentos Geneticamente Modificados são seguros?

Os agricultores também são consumidores - e qualquer um deles irá dizer a você que cuidar da terra está entre seus valores fundamentais. Os cientistas, por sua vez, têm como maior prioridade a segurança de cada produto e realizam testes rigorosos e exigentes em cada um deles. De fato, as sementes geneticamente modificadas foram testadas mais do que qualquer outro produto na história da agricultura - sem evidências de danos aos seres humanos, animais ou ao meio ambiente. Os dados foram revistos por centenas de cientistas e pesquisadores independentes em todo o mundo.

O que a pesquisa independente tem a dizer

A Associação Médica Americana

“Os alimentos biotecnológicos [alimentos geneticamente modificados] são consumidos por quase 20 anos, e durante esse período, não foram relatados e/ou substanciados problemas com a saúde humana na literatura científica.”

Royal Society of Medicine

“Os alimentos derivados de culturas geneticamente modificadas foram consumidos por milhões de pessoas em todo o mundo há mais de 15 anos, sem efeitos adversos relatados (ou casos legais relacionados à saúde humana), apesar de que muitos dos consumidores serem provenientes de um dos mais litigiosos países, os EUA.”

Organização Mundial da Saúde

“Os alimentos geneticamente modificados atualmente disponíveis no mercado internacional passaram por avaliações de segurança e não são suscetíveis a apresentar riscos para a saúde humana. Além disso, nenhum efeito sobre a saúde humana foi comprovado como resultado do consumo desses alimentos pela população nos países onde foram aprovados.”

Academia Nacional de Ciências

“... a comissão de estudo não encontrou provas concretas de uma diferença nos riscos para a saúde humana entre as culturas geneticamente modificadas (GM) atualmente comercializadas e convencionais, e nem encontrou evidências conclusivas de causa e efeito de problemas ambientais em virtude do cultivo de organismos geneticamente modificados.”

Agricultura Moderna

proporciona diversas opções

Sementes geneticamente modificadas são apenas uma das opções disponíveis para os produtores. Pode e deve haver uma variedade de formas de cultivo para os agricultores, e eles tomam decisões com base no tempo, disponibilidade de recursos e demanda dos consumidores, muitas vezes com a ajuda de ferramentas digitais. Mais do que nunca, os agricultores estão focados em inovações da indústria que lhes permitam cultivar alimentos, reduzindo ao mesmo tempo o seu impacto ambiental.

[unex_ce_article_full_width_photo layer-name="Modern Ag Means Many Option" img="1023" image-filename="shutterstock_335355113.jpg" id="content_0wsfokrkq" post_id="111"]

Agricultura Moderna

proporciona diversas opções

Sementes geneticamente modificadas são apenas uma das opções disponíveis para os produtores. Pode e deve haver uma variedade de formas de cultivo para os agricultores, e eles tomam decisões com base no tempo, disponibilidade de recursos e demanda dos consumidores, muitas vezes com a ajuda de ferramentas digitais. Mais do que nunca, os agricultores estão focados em inovações da indústria que lhes permitam cultivar alimentos, reduzindo ao mesmo tempo o seu impacto ambiental.

[/ce_article_full_width_photo]

Artigos relacionados

Tempo de leitura: 4 minutos

Uma visão do interior da caixa de ferramentas de proteção de cultivos

Quando se trata de tomar decisões sobre a proteção de cultivos nas fazendas, os produtores têm muitas opções. Desde os espantalhos que eram usados pelos antigos egípcios, estas práticas evoluíram ao longo do tempo e se tornaram mais eficientes do que nunca. Você sabe o que há hoje em dia na caixa de ferramentas de proteção de cultivos?